"if you're going through hell, keep going."

– Winston Churchill

A Bigfoot é uma anomalia. Pedimos emprestado do mestre Winston Churchill a sua frase, "if you're going through hell, keep going", para nos ajudar a resumir em poucas palavras a dificuldade que é fazer um produto como este chegar nas suas mãos. O desafio é longo, mas como a gente realmente gosta muito de fazer cerveja e tem pouquíssimas gotas de sanidade no cérebro, uma vez que começamos com o projeto de uma Bigfoot, simplesmente não conseguimos desistir, pois a idéia de criar um produto com tal padrão de qualidade é simplesmente irresistível para nós.

São tantos segredos por trás da Bigfoot que fazem com que cada lote que fazemos desta receita seja realmente único. Começa pela quantidade absurda de maltes, com uma combinação de maltes especiais torrados e caramelados, que conferem não só um corpo intenso e pesado à cerveja, mas que também são responsáveis por fornecer um grande banquete para o fermento que, em troca, gera uma grande quantidade de álcool no processo de fermentação. Como toda boa Russian Imperial Stout deve ter.

São tantos segredos por trás da Bigfoot que fazem com que cada lote que fazemos desta receita seja realmente único. Começa pela quantidade absurda de maltes, desde o Pale Ale básico, um combo de maltes caramelo e três tipos de maltes torrados, que conferem não só um corpo intenso e pesado à cerveja, mas que também são responsáveis por fornecer um grande banquete para o fermento que, em troca, gera uma grande quantidade de álcool no processo de fermentação. Como toda boa Russian Imperial Stout deve ser.

Ralph Waldo Emerson estava certo quando disse "if what you hope to achieve with your idea were already available, then there would hardly be a reason for you to move forward and doing it" ("se o que você quer atingir com a sua idéia é algo que já existe, então não existem muitas razões para ir adiante com a execução dela"). Como não tem graça fazer algo que já existe, a Bigfoot tem a nossa assinatura: o uso da criatividade na produção de cervejas, que faz com que a Bigfoot ganhe ainda mais complexidade na sua composição. Cada lote de Bigfoot que produzimos será diferente. Mas em todos eles, a maturação será um exercício de paciência...

E falando em maturação, é aí mesmo que se encontra o grande segredo da Bigfoot. Após a já demorada fermentação de quase 30 dias, a cerveja entra no longo processo que denominamos de dupla maturação durando, pasmem, 2 ANOS! No início da dupla maturação, dividimos o lote em duas partes. Uma parte matura a frio e recebe a dose uma essência (que nós mesmos fazemos) de lascas de carvalho, conferindo à cerveja nuances de madeira e toques de baunilha. A outra metade matura em barris de carvalho americano usados anteriormente para fabricação de bourbon, o que lhe confere fortes aromas e sabores de madeira e toques licorosos lembrando conhaque, whisky e frutas escuras. Ao final do processo, fazemos um blend das duas partes. Complexa é pouco pra descrever essa cerveja. Como somos geeks, preferimos dizer que ela é mais do que complexa, ela é np-completa!

Bigfoot: if you're going through hell, keep going. Porque depois que fica pronta, vale todo o esforço!

Specs

  • Estilo: Russian Imperial Stout
  • Notas de degustação: stout de cor preta, com aromas de especiarias, madeira, álcool e tostado, de café e caramelo e sabor bastante tostado e levemente licoroso, com amargor de café e lúpulo e retrogosto amadeirado. Possui bastante corpo, fornecido por diversos tipos de maltes especiais.

Ingredientes

  • Maltes e grãos: 2-row Pale Ale, Malte de Trigo, Cevada Tostada, Weyermann Cara Amber®, Weyermann Special W®, Weyermann Carafa® I, Weyermann Carafa® III
  • Lúpulos: Columbus
  • Água: triplamente filtrada e devidamente ajustada com ácidos, cloreto de cálcio, sulfato de cálcio e bicarbonato de sódio
  • Fermentos: American Ale II
  • >Especiais: lascas de carvalho americano, barril de carvalho americano de tosta média

Harmonizações

Chocolates e sobremesas bem doces, como um apfelstrudel ou um sorvete de creme, assim como carne vermelha ou de porco com molhos marcantes, queijo roquefort, Figo e Cranberry.

Premiações

  • Medalha de prata no 3º Concurso Brasileiro de Cerveja 2015 - categoria Wood and Barrel-Aged Strong Beer