Vai mais lúpulo aí?

E quando vocês pensavam que a coisa não poderia ficar ainda mais amarga... Eis que surge a Holy Cow. O nome significa uma expressão de espanto, surpresa. Lembra do Robin da dupla dinâmica, quando falava "santa dupla dinâmica, Batman!!"? Pois é, daí que veio a inspiração para o nome.

Fomos inspirados pela feliz colaboração com a Green Flash, cervejaria já conhecida por suas IPAs extremamente lupuladas. Desta parceria internacional de apaixonados por lúpulo, surgiu a idéia de fazermos uma IPA nos padrões californianos de amargor.

Também já estávamos a tempo com vontade de fazer uma nova IPA, uma edição especial da Green Cow, onde pudéssemos experimentar novas variedades de lúpulo, novos processos e diferentes formas de se trabalhar com esta que é a flor mais querida do meio cervejeiro. Queríamos ter uma resposta para os fãs da Green Cow que nos perguntavam: "tá e aí, quando que vocês vão lançar algo ainda mais amargo?".

Mas, de modo geral, sejamos honestos: fizemos a cerveja porque, em linha com os nossos objetivos enquanto empresa, só fazemos cervejas que estamos afim de fazer (e beber), não porque um departamento de marketing nos mandou fazer alguma coisa.

Deu no que deu. A motivação californiana deu o norte para o estilo: uma IPA inspirada nas west-coast IPA californianas, o que significa, em outras palavras - "lúpulo até não poder mais, aí mais um pouquinho". Este tipo de cerveja, que ainda não é exatamente um estilo, está mais para "denominação de origem", é caracterizado por um amargor intenso e resinoso, feito com variedades tipicamente americanas de lúpulo e, de modo geral, mais fortes do que as demais IPAs.

Definitivamente, não é para os fracos. Nós avisamos.

A segredo por trás da Holy Cow é que ela é o nosso "laboratório de lúpulos". Pensem como uma edição especial dedicada aos fãs da nossa querida Green Cow, com tudo aquilo que queremos fazer em uma cerveja amarga mas que não podemos fazer na nossa IPA carro-chefe. A cada nova edição de Holy Cow que sair, você saberá por nós quais foram as mudanças. E de quanto em quanto tempo!? Não sabemos, mas garantimos que será algo entre "a cada semana" e "a cada período de anos".

Não fazemos idéia no que isso vai dar. A única certeza que temos é de que cada lote de Holy Cow será uma experiência lupulada única, e não temos nenhum motivo para manter isso apenas entre as paredes da cervejaria. Se está boa, por que não compartilhar com nossos amigos, não é mesmo?

Holy Cow: uns tem pilsen extra, nós temos Green Cow extra.

Specs

  • Estilo: American India Pale Ale
  • Notas de degustação: coloração âmbar, levemente turva devido ao processo de dry hopping e com uma pegada forte de lúpulo no aroma e no sabor.

Ingredientes

  • Maltes e grãos: Pilsen, 2-row Pale Ale, Caramunich II, Vienna, Caraamber.
  • Lúpulos: lote 1: Columbus, Centennial e Cascade.
  • Água: triplamente filtrada e devidamente ajustada com ácidos e sais minerais
  • Fermentos: US-05

Harmonizações

Carne vermelha, cordeiro, nosso porco radioativo (os entendedores entenderão) e queijo gorgonzola.

Premiações

  • Medalha de bronze no 2º Concurso Brasileiro de Cerveja 2014 - categoria American-Style IPA
  • Medalha de prata no 3º Concurso Brasileiro de Cerveja 2015 - categoria American-Style IPA